Minha Dolce Vita na Cidade Eterna

A influência dos romanos está bem mais perto do que pensamos. Você já reparou que os nomes dos planetas são homenagens aos deuses romanos? Vênus é a deusa da beleza, Saturno, o deus do tempo e Netuno o deus romano dos oceanos. Os nomes de alguns meses do nosso calendário seguem o mesmo raciocínio. O mês de março recebeu esse nome em homenagem ao deus da guerra, Marte. No primeiro calendário romano, o mês “julho” era chamado de “quintilis” porque era o quinto e foi rebatizado em homenagem a Júlio César. Da mesma forma, “agosto” recebia o nome de “sextilis” e foi rebatizado para homenagear Augusto, o primeiro imperador romano.

Quem tem boca vai a Roma

Quando cheguei a Roma, descobri que esse ditado popular é para ser interpretado literalmente. Parece que todos os turistas do mundo estão nessa cidade! É impossível tirar uma foto com menos de 50 estranhos no background. O pior é quando você encontra aqueles grupos com um guia que leva um guarda-chuva ou uma antena erguida para o pessoal não se perder. A mais exótica que encontrei foi essa guia que tinha um Pikachu na ponta da antena.

euvouparaomundo.com #Roma #Itália Foi isso o que vi 5

Quando vir esses grupos em museus, é melhor fugir, pois as filas de repente ficam gigantescas!

Todos os caminhos levam a Roma

O trânsito romano é pesado. Para mim, essa é uma das maiores contradições da cidade. Como é que um patrimônio cultural desses fica exposto ao tráfego intenso?

euvouparaomundo.com #Roma #Itália Foi isso o que vi 3

Eu sei, estou sendo egoísta. Existem pessoas na cidade (como em qualquer outra ) que precisam se locomover, trabalhar e pagar suas contas. Não dá para decretar a cidade toda como “museu intocável paraíso dos turistas que andam a pé”! Mas é que às vezes chega a ser estressante, pois polícia, ambulância e  todos os outros carros que tem sirenes parecem ser onipresentes em Roma. Isso até quebra um pouco o clima: o som que mais se ouve em Roma é o de sirenes!

Overdose cultural

Em cada esquina da cidade podemos esbarrar em uma parede muito mais velha do que o Brasil. O bom seria que Roma fosse logo ali e no fim de semana pudéssemos escolher apenas um de seus monumentos para conhecer. Infelizmente (mas felizes) conhecemos todos esses lugares importantíssimos apenas em uma semana.

euvouparaomundo.com #Roma #Itália Foi isso o que vi 4

No final da viagem o pique não é o mesmo do início e aquele fato histórico único é visto quase como uma coisa quase comum. 😦

Acqua potabile

Os romanos entendiam mesmo de infraestrutura urbana e não à toa que a cidade conta com uma rede de abastecimento de água desde antes de Cristo. Existem várias fontes espalhadas pelo Centro Histórico que deixam a cidade ainda mais bonita!

euvouparaomundo.com #Roma #Itália Foi isso o que vi 6

Antes de viajar, li que os turistas costumam se abastecer de água nessas fontes. É verdade. Inclusive este que vos fala fez o mesmo! Claro que escolhi uma fonte onde não existiam pombos e com o aviso “acqua potabile”.

Estando em Roma, faça como os romanos (ou não)

Sinceramente acho que não deu tempo de conhecer os romanos. Não topei com nenhuma turma legal como a do filme Comer Rezar Amar (a parte do comer).

euvouparaomundo.com #Roma #Itália Foi isso o que vi 7

Aqueles que trabalham na Roma dos turistas apenas querem fazer o negócio funcionar. E rápido! Querem que você chegue, tome um vinho, coma uma entrada, peça um prato, um café e arrivederci! Que venha o próximo cliente… Somente quando estava no trem rumo a Florença conheci romanos muito simpáticos. Aí sim, tive bons momentos de conversa, mas já estava fora das muralhas da Cidade Eterna. Falei deles aqui.

Dolce far niente

Se eu fosse fazer o filme da minha Dolce Vita em Roma, certamente escolheria o bairro do  Trastevere como cenário: sem carros, sem sirenes, atmosfera boêmia, mesinhas na rua, artistas tocando música instrumental animadinha…

euvouparaomundo.com #Roma #Itália Foi isso o que vi 2

Ah… Aqui sim, senti o clima mais lento, tive o melhor jantar romano da viagem em uma cantina legítima e pude desfrutar do dolce far niente. Ah, deu saudades de Roma…

| Eu vou | Petter Dantas | 2014

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s