Arquitetura renascentista: por dentro da Cúpula de São Pedro

Para que subir ao topo da Cúpula de São Pedro?

Se o motivo é ter uma vista panorâmica de Roma, aviso antes: é melhor subir em cima do Monumento a Vittorio Emanuele, mais espaçoso e próximo às ruínas do Fórum Romano. Porém se for para ter uma lembrança peculiar envolvendo um dos lugares mais famosos do mundo, pegue esse caminho.

Como?

Ao se aproximar da Basílica de São Pedro, após passar pelos raios-X, procure a lateral direita da igreja. Lá você encontrará o início da fila e comprará o ticket. Para subir até a cúpula, existem duas opções: elevador ou escadas.  Ao todo, são cerca de 550 degraus e indo pelo elevador, você economiza praticamente a metade deles. Quando fui, o acesso por elevador custava 7 euros e na base do pé-vete, 5 euros. Pegamos o elevador, pois já havíamos caminhado muito por pelos Museus do Vaticano…

EUVOU_Cupula_Sao_PEdro (2)

Entenda a cúpula

Muitos arquitetos e construtores participaram da construção da Basílica de São Pedro, tenha sido devido à necessidade de manutenção, ampliação ou simplesmente para satisfazer os gostos papais. A Basílica que lá se encontra hoje teve sua cúpula projetada por Michelangelo e execução concluída no século XVI por Giacomo della Porta durante o pontificado do Papa Sisto V.

EUVOU_Cupula_Sao_PEdro (4)

Com 42 m de diâmetro, a cúpula de São Pedro segue a famosa solução que Brunelleschi deu para a Catedral de Florença. No topo da cúpula existe uma lanterna que traz luz difusa à área do altar. Olhando-se de dentro da basílica para o topo do domo, observa-se em torno do vão da lanterna uma inscrição faz referência à conclusão de sua execução:

S. PETRI PP SIXTVS GLORIAE. V. A. M. D. XC. PONTIF. V. (Para a glória de São Pedro. Sisto V, Papa, no ano de 1590 e quinto ano do seu pontificado).

EUVOU_Cupula_Sao_PEdro (7)

Externamente, a lanterna é rodeada por um terraço de onde se obtém uma magnífica vista de Roma. Este é literalmente o ponto alto da visita, mas como alguém que não é o homem-aranha chega lá?

Perceba que a cúpula é construída por duas “camadas”. A externa, revestida por telhas metálicas, e a interna, completamente ornamentada quando vista de dentro da igreja. Entre as duas camadas existe um vazio e é justamente por esse vão que é possível chegar ao topo da lanterna de São Pedro.

EUVOU_Cupula_Sao_PEdro (3)

Voltando ao percurso…

Ao sair do elevador, chegamos a uma circulação aberta para o interior da igreja, com uma incrível visão sobre o altar e pertinho dos mosaicos que ornam as paredes da base da cúpula.

EUVOU_Cupula_Sao_PEdro (6)

Depois dessa espécie de mezanino, começamos o caminho entre as duas cascas que formam a cúpula. Nesse trecho o percurso é estreito, cheira mal (não sei o porquê), com vários degraus e deixa os sentidos confusos, pois as paredes passam a acompanhar o desenho da cúpula e preciso andar com o corpo meio torto, principalmente as pessoas mais altas… Ao mesmo tempo é muito engraçado…

EUVOU_Cupula_Sao_PEdro (1)

Depois desse percurso, chegamos a uma escada helicoidal estreitíssima cujo corrimão na verdade era uma corda na vertical… Não sei quantas vezes rodei nessa escada… São muitos, muitos degraus! Quando eles terminaram, finalmente chegamos à lanterna que tem o terraço mais concorrido da Itália. Lotado de turistas, demorou até conseguirmos 50cm de parapeito livre.

A vista é linda mesmo e o lado mais concorrido é o que se volta para a Praça de São Pedro.

Pausa para contemplação

EUVOU_Cupula_Sao_PEdro (5)

Descendo…

Como dizem por aí, “para descer todo santo ajuda” e quando se trata de santos, não havia lugar melhor para estarmos. O pior é que mesmo com a ajuda dos santos, na descida tivemos novamente a escada helicoidal com degraus estreitos e corrimão vertical de corda.

Saindo dessa escada chegamos a um amplo terraço sobre a nave principal da igreja. Muita gente aproveita esse espaço para descansar e em seguida descer para conhecer a basílica por dentro.

EUVOU_Cupula_Sao_PEdro (8)

Subida e descida à cúpula da Basílica de São Pedro concluídas!

Recomendado para: arquitetos, religiosos, praticantes de step de academia.

Não recomendado para: claustrofóbicos, obesos, pessoas com problemas cardíacos graves, idosos.

————————————————————————————————————-

Todos os desenhos utilizados no post são de domínio público. Fonte.
As fotos utilizadas no post são de propriedade do Euvou!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s